Papa Sirício I
Papa Sirício I

O Papa Sirício I foi eleito no dia 15 de Dezembro de 384, tendo liderado a Igreja de Cristo durante 15 anos.

Sirício I continuou a política de afirmação da autoridade de Roma sobre a cristandade ocidental e combateu o maniqueísmo e outras heresias. Em 385, escreveu um édito a todos os seus Bispos, reafirmando a supremacia de Roma, sobre toda a Igreja e toda a Cristandade.

Também durante o seu reinado, instituiu importantes mudanças na organização da Igreja, como estabelecendo oficialmente o calendário da Páscoa e de Pentecostes, estipulando os requisitos e procedimentos para a ordenação dos sacerdotes e a exclusividade do Papa (na altura, chamado de Bispo de Roma) em nomear outros Bispos.

Seguindo os ensinamentos de Cristo, Sirício I aboliu a pena de morte, incluindo em casos de heresia. Porém, esta punição seria rapidamente reinstituída.

Um fervoroso defensor da diplomacia, em detrimento da violência e da guerra, Sirício I foi assassinado em 26 de Novembro de 399. Encontra-se sepultado na Basílica de São Silvestre, em Roma.

Papa Sirício I