Adriano IVEleito hoje, em 1154, o Papa Adriano IV nasceu inglês, perto de Saint Albans, por volta do ano 1100. Era filho de um clérigo que abraçou a vida monástica. Vendo-se na penúria, Nicolau, que seria o único papa de origem britânica, foi para França e tornou-se cónego regular de Santo Agostinho.

Tornou-se prior do mosteiro de cónegos regrantes de São Rufus, em Avinhão, e sendo enviado ao Papa Gregório III para ser julgado pela acusação de excessiva dureza no exercício do cargo, o pontífice reconheceu as suas qualidades e tornou-o bispo-cardeal de Albano, em 1149.

Depois de eleito (4 de Dezembro de 1154), e consagrado pouco tempo depois, Adriano diligenciou a reposição da autoridade papal na cidade de Roma, dominada pelos partidários de Arnaldo de Brescia e da sua doutrina, que defendia a mais pura pobreza clerical. Dadas as graves consequências da agitação entre as duas facções, o Papa decidiu excomungar a cidade de Roma, o que induziu o senado a render-se e retirar todos os títulos e terras a Arnaldo de Brescia. Este foi finalmente entregue por Frederico Barbarossa, aquando da sua coroação como imperador em 1155, e finalmente morto em Roma.

Adriano IV governou até 1 de Setembro de 1159, defendendo com todos os meios a primazia do papado sobre o império, desafiando o imperador Frederico Barbarossa.

Papa Adriano IV