Rosa ParksRosa Louise Parks nasceu em Tuskegee, no dia 4 de Fevereiro de 1913 e veio a falecer em Detroit, no dia 24 de Outubro de 2005. Rosa era uma costureira negra americana, que se tornou símbolo do Movimento Americano pelos Direitos Civis. Ficou famosa no dia 1 de Dezembro de 1955 por se ter recusado frontalmente a ceder o seu lugar no autocarro a um branco. Nessa altura os negros só podiam viajar na parte de trás dos autocarros e, quando estava cheio, mesmo a parte de trás, os negros teriam que sair para dar lugar a um branco.

Rosa presaRosa recusou-se a sair e com este ato, Rosa foi presa e multada por 14 dólares, que na altura era bastante, principalmente para uma negra.

A prisão de Rosa desencadeou um boicote de 381 dias ao sistema de autocarros, organizado pelo pastor da Igreja Batista, Martin Luther King Jr.

Nasceu Rosa Louise McCauley em Tuskegee, filha de James e Loeona McCauley e cresceu numa fazenda. Devido a problemas de saúde na família foi obrigada a interromper os seus estudos e começou a trabalhar como costureira.

Em 1932 casou com Raymond Parks, membro da National Association for the Advancement of Colored People (NAACP), uma organização que luta pelos direitos civis dos negros, onde Rosa foi militante.

Foi através desta atitude que um jovem pastor negro, aprovando Rosa em 2004as acções de Rosa Parks, afirmava que os negros fiéis deviam fazer o mesmo, ou seja, rejeitar o transporte oferecido pelos brancos sem o devido respeito.

Este movimento teve uma grande repercussão na década de 50 nos Estados Unidos. O Pastor que pregava pelos direitos civis do negros americanos fazia-o através da teoria “say at less… Im black, Im proud” que mudou completamente a história dos Direitos Civis para os negros americanos e influenciou as gerações de negros no mundo inteiro.

Rosa Parks