Santo InácioSanto Inácio de Loyola foi o fundador da Companhia de Jesus, conhecidos como os Jesuítas, uma ordem religiosa católica romana estabelecida com o fim de fortalecer a igreja, inicialmente contra o Protestantismo.

Nasceu no dia 24 de Dezembro de 1491, recebendo o nome de Íñigo López e nasceu na localidade de Loyola.

Em 1517, Inácio tornou-se guerreiro. Severamente ferido na batalha de Pamplona, a 20 de Maio de 1521, passou meses como inválido, no castelo do seu pai.

Durante este período de recuperação, leu numerosos textos religiosos sobre a vida de Cristo e dos santos da Igreja. Tornou-se empolgado com a ideia de uma vida de auto-abnegação, emulando os feitos heróicos de Francisco de Assis e de outros. Decidiu então devotar a sua vida à conversão dos infiéis na terra santa.

Após ter recuperado a saúde, ele visitou o mosteiro dominicano de Montserrat, onde pendurou o seu equipamento de guerreiro perante uma imagem da Virgem. Diz-se que ele teve visões, tornando-se a Virgem, um objecto de extrema devoção para Inácio.

Santo Inácio de LoyolaMais tarde, em 1528, entrou para a Universidade de Paris, onde ficou sete anos e aprofundou a sua educação literária e teológica tentando cativar o interesse dos outros estudantes para os seus exercícios espirituais. Em 1534 tinha seis seguidores, sendo estes Pedro Faber, Francisco Xavier, Alfonso Salmeron, Jacob Laines, e Nicolau Bobedilla, espanhóis, e Simão Rodrigues, um português.

Já a 15 de Agosto de 1534, ele e os outros seis, fundaram a Companhia de Jesus na Igreja de Santa Maria, em Montmartre, para efectuar trabalho missionário e de apoio hospitalar em Jerusalém. Em 1537 viajaram até Itália para procurar a aprovação papal da sua ordem. O papa Paulo III concedeu-lhes uma recomendação e permitiu que fossem ordenados padres. Foram ordenado em Veneza pelo bispo de Arbe.

Já para o fim da sua vida, Inácio foi escolhido como o primeiro superior-geral dos Jesuítas. Enviou os seus companheiros como missionários para criarem escolas, liceus e seminários por toda a Europa.

Morreu em Roma e foi canonizado a 12 de Março de 1622 pelo Papa Gregório XV.

Santo Inácio de Loyola