Tito FlávioTito Flávio nasceu em Roma no dia 30 de Dezembro de 39 e morreu em Aquae Cutiliae, na Sabina, a 13 de Setembro de 81.

Tito foi um Imperador romano entre os anos de 79 e 81, tendo sido o filho mais velho e sucessor de Vespasiano.

Durante o reinado do seu pai, Tito lutou durante a rebelião judia na Palestina, tomando a cidade de Jerusalém.

Tito ampliou as prerrogativas do Senado e realizou grandes obras públicas. Umas das mais importantes e marcantes obras que Tito fez como imperador romano foi inaugurar, em 80 d.C., a obra que o seu pai iniciara, o anfiteatro Coliseu, embora este ainda estivesse incompleto. Em sua homenagem, foi construído o arco de Tito, em mármore, no Fórum romano.

Prometia ser um imperador à altura do seu pai, mas o seu breve reinado foi marcado por catástrofes. Em 24 de Agosto de 79, o vulcão Vesúvio destruiu as cidades de Pompeia e Herculano e, em 80, Roma foi de novo consumida por um incêndio. Estabeleceu um governo indulgente, respeitando os privilégios do Senado.

Tito reinou somente dois anos. Os seus generosos presentes tornaram-no popular entre o povo romano.

Tito Flávio