OrwellGeorge Orwell, pseudónimo de Eric Arthur Blair, nascido em Bengala, na Índia Inglesa, a 25 de Junho de 1903, morreu em Londres, no dia 21 de Janeiro de 1950. Poucas pessoas, mesmo entre as que lhe eram próximas, conheciam o seu verdadeiro nome, de tal forma o pseudónimo tornou-se a sua segunda natureza. A adopção deste nome correspondeu a uma profunda alteração na vida e nos ideais do homem, de uma figura do sistema no Império Britânico, ele tornar-se-á num rebelde, constantemente crítico.

Foi agente de polícia no oriente. Decidiu então deixar o seu emprego, sem ter sido muito explícito sobre os seus motivos. Regressou então ao Reino Unido, onde a sua vida tomou um rumo incerto. Desempregado ou com empregos de circunstância, deixou definitivamente de ter um percurso convencional. Nunca fez estudos superiores. Mais tarde, juntou-se à luta contra Francisco Franco e os seus aliados Mussolini e Hitler, na Guerra civil espanhola. Foi ferido no peito. Uma bala danificou-lhe as cordas vocais, saindo pelas costas. Desde então a sua voz ficou ligeiramente alterada. Mais tarde escreveria o livro “Lutando na Espanha” relatando a sua experiência na Guerra Civil Espanhola.

Morreu de tuberculose, na miséria.

George Orwell