Al CaponeAlphonsus Gabriel Capone nasceu em Brooklin, Nova Iorque, no dia 17 de Janeiro de 1899 e morreu em  Palm Beach a 25 de Janeiro de 1947. Capone foi um dos maiores gangsteres dos Estados Unidos. Al Capone também foi apelidado de Scarface, um apelido do qual não gostava.

Era filho de Gabriele Capone e de Teresina Raiola. O pai, Gabriele, era barbeiro em Castellammare di Stabia, uma vila a alguns quilómetros ao sul de Nápoles, na Itália. A mãe, Teresina, era costureira e filha de Angelo Raiola, oriunda de Angri, município da província de Salerno. Os Capone imigraram para os Estados Unidos em 1894, somando-se aos 42.977 italianos que assim também procederam naquele país.

Al Capone cresceu numa vizinhança muito pobre e pertenceu a pelo menos dois gangs juvenis. Aos quatorze anos foi expulso da escola onde andava, por agredir um professor. Integrou o grupo dos Cinco Pontos, em Manhattan, e trabalhou para o gangster Frankie Yale.

Em 1918, Capone conheceu Mary Mae Coughlin, de ascendência irlandesa. No dia 4 de Dezembro de 1918, Mae deu a luz o seu filho, Albert Sonny Francis. Capone casou-se com Mae no dia 30 de Dezembro do mesmo ano. No ano seguinte foi enviado por Yale para Chicago em 1919 e transferiu-se para lá com a sua família para uma casa em South Prairie Avenue, 7244. Tornou-se braço-direito do mentor de Yale, John Torrio.

Quando Torrio foi alvejado por rivais de outros gangs, Capone passou a liderar os negócios e rapidamente demonstrou que era melhor para comandar a organização do que Torrio, expandindo o sindicato criminoso para outras cidades entre 1925 e 1930. Capone controlava informantes, pontos de apostas, casas de jogos, bordéis, bancas de apostas em corridas de cavalos, clubes nocturnos, destilarias e cervejarias. Chegou a facturar 100 milhões de dólares norte-americanos por ano.

Aos 26 anos mostrava-se um homem sem escrúpulos, frio e violento. Em 1929 foi nomeado o homem mais importante do ano, junto com personalidades da importância do físico Albert Einstein e do líder pacifista Mahatma Gandhi.

Em 1931, condenado pela justiça por sonegação de impostos, Capone foi sentenciado com 11 anos de prisão. A sua pena foi revista em 1939, devido ao seu estado de saúde. Tinha sífilis e apresentava traços de distúrbios mentais.

Em 1942, com o uso da penicilina, a saúde física de Al Capone melhorou. Entretanto, aquele que foi um dos mais temidos homens dos Estados Unidos já apresentava um estado mental sem perspectiva de cura. Faleceu na Flórida, no dia 25 de Janeiro de 1947.

Al Capone