General MacArthurDouglas MacArthur foi um militar americano, filho de um dos grandes heróis da Guerra da Secessão, formado em U. S. West Point Academy em 1903, durante a Primeira Guerra Mundial lutou na França, tendo sido considerado um dos maiores heróis do Corpo Expedicionário do Exército Norte Americano, sob o comando do General Pershing, tendo recebido várias das mais altas condecorações Norte Americanas e Francesas.

Em 1930, foi o Chefe do Estado Maior das Forças Armadas Americanas. Mais tarde, em 1937, tendo sido duramente criticado pela repressão a veteranos de Guerra, saiu do Exército.

Com a Segunda Guerra Mundial, regressou para a frente de batalha, sendo nomeado chefe de operações no Sudeste Asiático, combatendo a expansão japonesa pelo Oceano Pacífico, onde comandou a recuperação americana.

O momento mais baixo deste período foi a retirada das Filipinas, na altura um protectorado do E.U.A, tendo fugido com a sua família, nos últimos momentos da batalha. MacArthur foi posteriormente condecorado por Franklin Roosevelt com a mais alta condecoração Militar Americana, a Medalha de Honra do Congresso.

O seu nome ficará para sempre associado à reconquista das Filipinas por parte das tropas norte americanas, cumprindo a sua famosa promessa de regresso I Shall Return, efectuada dois anos antes.

A sua actuação ao longo destes anos, concedeu-lhe um lugar ímpar na história da segunda guerra mundial, sendo considerado um dos maiores comandantes militares do século XX e um dos maiores militares norte americanos de todos os tempos, tendo sido juntamente com o Chefe do Estado Maior das Forças Armadas, o General George Marshal e com o General Dwight Eisenhower, os únicos generais de 5 estrelas do Exército do E.U.A..

Em 1945, quando nomeado Chefe Supremo das Potências Aliadas, aceitou a rendição dos Japoneses após a explosão das Bombas Atômicas sobre Hiroshima e Nagasaki. Esta rendição teve um grande valor simbólico para os Americanos, pois foi efectuada na baía de Tóquio a bordo do Navio U.S.S. Missouri, uma das embarcações envolvidas no célebre ataque surpresa Japonês a Pearl Harbour.

Foi nomeado Comandante Aliado no solo japonês, país que governou até 1950.

Quando a Coreia do Norte invadiu a Coreia do Sul em 1950, os Estados Unidos entraram na guerra comandando a força militar das Nações Unidas. Foi nomeado comandante do Exército das Nações Unidas, tendo expulsado os invasores e atacada a Coreia do Norte, invadindo-a.

No entanto, a China passou a apoiar de forma veemente o Exército Norte Coreano, permitindo ao mesmo suster a incursão das tropas aliadas conduzindo a guerra a uma situação de impasse, que conduziu a uma paz instável que dura até aos dias de hoje.

Em 1951, como comandante das forças da ONU, foi demitido por Truman, devido a desobediência de ordens do Presidente dos Estados Unidos.

Regressando ao seu País, o Partido Republicano tentou fazê-lo aceitar a candidatura à presidência dos Estados Unidos, que foi recusada.

Douglas MacArthur