O fantástico Bismarck foi um couraçado alemão, da classe Bismarck, construído e operado durante a Segunda Guerra Mundial. Baptizado com este nome em homenagem a Otto von Bismarck, tornou-se famoso por ser o responsável pelo afundamento do cruzador-de-batalha e orgulho da Marinha Real Britânica, o HMS Hood, durante a batalha do Estreito da Dinamarca, em 1941, e pela subsequente perseguição que culminou na sua destruição, apenas três dias depois. Isso só foi possível após ter sido torpedeado no leme por aviões “Swordfish”, lançados de um porta-aviões, sendo este o primeiro ataque realizado por aviões lançados a partir de um navio. Apenas com o leme avariado, foi possível ter sido alcançado pela esquadra inglesa e afundado após um terrível bombardeamento, tendo perdido mais de 2.000 homens.

Em batalha, os ingleses alegam ter liquidado o navio alemão com os seus torpedos, mas veio a descobrir-se que tal não é verdade, já que várias expedições sub-aquáticas confirmaram que o casco interno está intacto.

A verdadeira causa do afundamento foi o orgulho Nazi, que, ao ver a Marinha Inglesa cada vez mais próxima, com o Bismarck indefeso após duas horas de duras batalhas, abriram vários buracos no casco para impedir os ingleses de tomarem o navio, único até à altura, no mundo inteiro.

A concepção deste navio iniciou-se em 1934. A construção do segundo couraçado francês da classe Dunquerque obrigou a um redesenho do Bismarck, que alterou a tonelagem para 42 000 toneladas, embora oficialmente fosse apenas de 35 000 toneladas, segundo o Tratado Naval de Washington. Teria sido para se tornar um explorador comercial, dotado de depósitos de combustível tão grandes quanto os dos navios de guerra fabricados para operar no Pacífico, embora também fosse capaz de fazer frente a navios inimigos.

A sua construção foi iniciada nos estaleiros da Blohm Voss em Hamburgo, a 1 de Julho de 1936, tendo sido lançado ao mar a 14 de Fevereiro de 1939. Após um treino rigoroso no Mar Báltico, partiu para o Atlântico em busca de navios mercantes e comboios aliados. Seria afundado em Agosto de 1941 sob o comando do capitão de mar Ernst Lindemann. O Bismarck era considerado a jóia da marinha alemã. A sua prematura perda em combate alterou totalmente a visão da marinha alemã sobre uso de couraçados, alterando as suas estratégias para o uso de submarinos, mais seguros e maioritariamente alemães.

Características:

  • Comprimento: 251 m (total) / 241,5 m (linha d’água)
  • Largura: 36 m
  • Propulsão: Turbinas a vapor, 3 eixos (138.000 shp)
  • Velocidade Máxima: 30,12 nós
  • Armamento Principal: 8 canhões de 380mm/L45 (4 torres duplas)
  • Armamento Secundário: 12 canhões de 150mm/L55 (6 torres duplas)
  • Armamento Anti-aéreo: 16 canhões de 105mm/L65 (8 torres duplas), 16 de 37mm/L83 (8 montagens duplas) e 18 simples de 20mm
  • Aviões: 4 hidroaviões arado Ar 196
  • Tripulação: 2.340
Couraçado Bismarck