Ivan Petrovich Pavlov nasceu a 14 de Setembro de 1849 e morreu no dia 27 de Fevereiro de 1936. Pavlov foi um fisiólogo premiado pelas suas descobertas sobre os processos digestivos de animais. Pavlov veio no entanto a entrar para a história pela sua pesquisa num campo que se apresentou a ele quase que por acaso: o papel do condicionamento na Psicologia do comportamento. Na década de 1920, ao estudar a produção de saliva em cães expostos a diversos tipos de estímulos, Pavlov percebeu que, com o tempo, a salivação passava a ocorrer diante de situações e estímulos que anteriormente não causavam tal comportamento, como por exemplo o som dos passos do seu assistente ou a apresentação da tigela. Pavlov curioso, realizou experiências em situações controladas de laboratório e, com base nessas observações, teorizou e enunciou o mecanismo do condicionamento clássico. A ideia básica do condicionamento clássico consiste em que algumas respostas comportamentais são reflexos incondicionais, ou seja, são inatas em vez de aprendidas, enquanto que outras são reflexos condicionados, aprendidos através do emparelhamento com situações agradáveis ou adversas simultâneas ou imediatamente posteriores. Através da repetição consistente desses emparelhamentos é possível criar ou remover respostas fisiológicas e psicológicas em seres humanos e animais. Esta descoberta abriu caminho para o desenvolvimento da psicologia comportamental e mostrou ter ampla aplicação prática, inclusive no tratamento de fobias e nos anúncios publicitários.

Ivan Petrovich Pavlov