Pietro Francesco Orsini nasceu em Gravina in Puglia a 2 de Fevereiro de 1649 e morreu em Roma no dia 21 de Fevereiro de 1730.

Orsini foi Papa de 29 de maio de 1724 até à data da sua morte. Teve como parentes alguns Papas. Por parte do pai teve Papa Estêvão III, Papa Paulo I, Papa Celestino III e o Papa Nicolau III e por parte da mãe teve o Papa Pio II e o Papa Pio III. Pietro era um frade Dominicano.

Pietro Orsini era o filho primogénito do duque Fernando de Gravina. Aos 18 anos renunciou aos seus direitos ducais, para entrar no convento dos Dominicanos em Veneza. De nada valeram as súplicas e ameaças dos seus parentes para afastá-lo da vocação. A sua vida foi tão edificante, que a sua mãe, a sua irmã e dois sobrinhos ingressaram também em conventos. Foi um professor e orador famoso, chegando a Cardeal aos 23 anos de idade. Já Arcebispo de Benevento, tornou-se célebre pelo seu heroísmo ao socorrer os habitantes da cidade, abalada por dois terremotos.

Eleito Papa com o nome de Bento, tomou primeiro o ordinal Bento XIV e não Bento XIII, a que não era favorável pela superstição de que o número 13 traria pouca sorte, tendo adoptado posteriormente por imposição do Vaticano.

Acompanhava a procissão de Corpus Christi a pé. Tinha predilecção pelas funções da Semana Santa. Proibiu que lhe falassem de joelhos e censurou o jogo a dinheiro. É curioso o facto de ter abolido a pena de excomunhão, que o Papa Inocêncio X havia imposto a quem tomasse rapé na Basílica de São Pedro.

Reformador e dedicado a terminar os estilos de vida decadentes do clero italiano, criou a Congregação dos Seminários, em prol das vocações eclesiásticas. Celebrou o Ano Santo de 1725, com piedade e alegria. A quem lhe observava que os seus 80 anos não lhe permitiam a fadiga das prolongadas funções, respondia que um Papa deve morrer com o pluvial aos ombros. Este pontífice canonizou São Luís Gonzaga, São Estanislau Kostka, São João Nepomuceno, mártir do segredo da confissão, São João da Cruz, São Turíbio e outros.

Morreu a 23 de Fevereiro de 1730. Foi o último Papa da família Orsini. Os seus admiradores erigiram-lhe um esplêndido monumento, que sua humildade certamente rejeitaria. Bento XIII é o único papa descendente da família real portuguesa, tendo como ilustre parente o rei D. Dinis.

Papa Bento XIII