Por pura coincidência, neste dia em 2004, Vladimir Putin é reeleito presidente da Rússia, enquanto o Partido Social Operário Espanhol, de José Luis Rodríguez Zapatero, ganha as eleições em Espanha, alguns dias depois dos atentados de 11 de Março de 2004, em Madrid.

Putin teria já ganho o seu primeiro mandato, precisamente 4 anos antes, para Presidente da Federação Russa. Do lado espanhol, Aznar era o favorito para a (re)eleição. No entanto, a sua passividade e fácil acusação injusta da ETA nestes terríveis atentados, ocorridos dias antes, custaram a sua vitória, bem como de qualquer lugar do seu Partido.

Dois Líderes em Simultâneo