O elástico, inventado no dia 17 de Março de 1845, é um tipo de tecido com propriedades elásticas, ou seja, com a capacidade de voltar à sua forma original após ser deformado, esticado ou comprimido. Porém, o material nunca volta totalmente à sua forma original, daí o seu desgaste.

O elástico pode ser produzido através de um trançado de algodão ou outros fios têxteis juntamente com fios de borracha. Contudo, ainda pode ser fabricado a partir de fibras sintéticas com propriedades semelhantes àquelas dos elásticos à base de fios de borracha. As fibras sintéticas são chamadas de elastómeros. O elástico pode perder sua principal propriedade com o tempo, dependendo do uso e desgaste. Pode também romper-se se alongado de  uma força além da sua capacidade de resistência, que varia de material para material, condições de conservação e temperatura.

O elástico pode ser também um objecto geralmente utilizado em escritórios, composto unicamente de um material elástico no formato de um fio cúbico ou cilíndrico em circunferência, usado para prender dinheiro, papéis, potes, embalagens, entre outros.

O Elástico