A Sociedade das Nações, também conhecida como Liga das Nações, foi uma organização internacional, a princípio idealizada em Janeiro de 1919, em Versalhes. Inicialmente, as potências vencedoras do conflito da Primeira Guerra Mundial reuniram-se nesta data, para negociar um acordo de paz.

Um dos pontos do amplo tratado referiu-se à criação de uma Assembleia Internacional, cujo papel seria o de assegurar a paz. A 28 de Julho de 1919 foi assinado o tratado de Versalhes, cuja sede passou a ser na cidade de Genebra, na Suíça. No entanto, passou a existir oficialmente no dia 10 de Janeiro de 1920, quando a Alemanha, um dos países vencidos da Primeira Guerra, passou a constar na sede.

Porém a paz seria temporária e instável, pois em Setembro de 1939, Adolf Hitler desencadeou a Segunda Guerra Mundial. A Liga das Nações, tendo fracassado em manter a paz no mundo, foi dissolvida. Estava extinta por volta de 1942. No entanto, a 18 de Abril de 1946, o organismo passou as responsabilidades à recém-criada Organização das Nações Unidas, a ONU.

A sua criação foi baseada na proposta de paz conhecida como Quatorze Pontos, já publicada no Diário Universal, feita pelo Presidente norte-americano Woodrow Wilson, numa mensagem enviada ao Congresso dos Estados Unidos a 8 de Janeiro de 1918. Os Quatorze Pontos propunham as bases para a paz e a reorganização das relações internacionais no fim da Primeira Guerra Mundial, e o pacto para a criação da Sociedade das Nações constituíram os 30 primeiros artigos do Tratado de Versalhes.

Um dos problemas que levou ao fracasso da Sociedade foi o facto de o Congresso dos EUA não ter ratificado o Tratado de Versalhes, logo, por conseguinte, não terem entrado na Liga das Nações.

Durante as negociações na Conferência de Paz de Paris, foi incluída na primeira parte do Tratado de Versalhes a criação da Liga. Os países integrantes originais eram 32 membros do anexo ao Pacto e 113 dos estados convidados para participar, ficando aberto o futuro ingresso aos outros países do mundo. As excepções foram Alemanha, Turquia e a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas .

Uma série de problemas aconteceram:

  • A não-entrada dos EUA, a nova super-potência mundial;
  • A nova URSS estava em conflito, propagando os seus ideais pelo mundo;
  • Falta de comunicação com os regimes dos EUA e da URSS;
  • A não-entrada dos vencidos, deixando-os à margem das conversações de Paz.
A Sociedade das Nações