O Almirante Isoroku Yamamoto nasceu a 4 de Abril de 1884, em Nagoaka, e morreu a 18 de Abril, 1943, nas Ilhas Salomão. Yamamoto foi o almirante japonês que criou os planos de ataque a Pearl Harbor, durante a Segunda Guerra Mundial.

Nascido a 4 de Abril, sexto filho do director de uma escola, foi posto para adopção. Posteriormente, foi adoptado pela família Yamamoto. Em 1919, deixou o Japão e entrou para a Universidade de Harvard, nos EUA. Esta experiência fez o futuro Almirante discordar com uma eventual guerra contra os Estados Unidos, defendida pelos militares japoneses.

Em 1939, foi nomeado Almirante, para sua surpresa. Ponderou imediatamente sobre os novos paradigmas da guerra naval. “Sob meu comando dar-se-á prioridade ao treino aéreo”, ou seja, Yamamoto defendia o uso de porta-aviões em operações avançadas. Assim sendo, planeou o ataque a Pearl Harbor, perpetrado na manhã de 7 de Dezembro de 1941, de acordo com as suas directrizes.

Pouco mais de seis meses depois do dia que viverá na infâmia, como o presidente americano Roosevelt classificou o ataque a Pearl Harbor, Yamamoto sofreria uma derrota de proporções catastróficas na Batalha de Midway. Nesta, foram afundados os porta-aviões Akagi, Kaga, Hiryu e Soryu, todos veteranos sobreviventes de Pearl Harbor.

O Almirante não viveu para testemunhar a derrota da sua pátria. Em 1943, a 18 de Abril, de manhã, morre ao dirigir-se para a inspecção de uma base militar. O avião em que seguía foi interceptado por 16 caças Lockheed Lightning P-38 americanos comandados pelo major Mitchell, comandante do 339º Esquadrão de Caças de Henderson Field-Guadalcanal. O avião do Almirante foi abatido, caindo nas selvas da ilha de Bougainville, no arquipélago das Ilhas Salomão. Yamamoto seguía com mais dois oficiais de alta patente num bombardeiro Nakajima G4M2 Betty, com uma escolta de dois grupos de caças Mitsubishi A6M, conhecidos pelos aliados pelo nome de código Zero. No Japão,a morte de Yamamoto foi mantida em segredo durante quase um ano. Ele foi substituído no comando da Frota Combinada pelo almirante Mineichi Koga, um amigo pessoal.

A morte de Yamamoto foi um duro golpe para a moral do Japão.

Almirante Isoroku Yamamoto