A Guerra dos Cem Anos comporta uma série de conflitos armados, de forma intermitente, durante o século XIV e o século XV, mais precisamente entre 1337 e 1453, envolvendo a França e a Inglaterra. A longa duração desse conflito explica-se pelo grande poderio dos ingleses de um lado e a obstinada resistência francesa do outro.

Esta foi a primeira grande guerra europeia, provocando profundas transformações na vida económica, social e política da Europa Ocidental. A França foi apoiada pela Escócia, antiga Boémia, Castela e pelo Papado de Avinhão. A Inglaterra teve por aliados os flamengos e alemães. A questão dinástica que desencadeou a chamada Guerra dos Cem Anos ultrapassou o carácter feudal das rivalidades político-militares da Idade Média e marcou o fundamento dos futuros confrontos entre as grandes monarquias europeias.

A Guerra dos Cem Anos