A Operação Market Garden foi uma operação militar aliada realizada durante a Segunda Guerra Mundial, entre os dias 17 e 25 de Setembro de 1944. O seu principal objectivo táctico era capturar uma série de pontes sobre os principais rios dos Países Baixos, ocupados pelos alemães. Para isso, foram utilizadas tropas pára-quedistas em larga escala, em conjunto com um rápido avanço de unidades blindadas, a fim de atingir o propósito estratégico de permitir que os Aliados pudessem atravessar o Reno, a última grande barreira natural a um avanço sobre a Alemanha.

Inicialmente, a operação teve sucesso, com a conquista da ponte Waal em Nijmegen já no dia 20 de Setembro, porém, acabou por ser um desastre militar devido à ponte de Arnhem, a última do Reno, não ter sido conquistada, e ao facto de a Primeira Divisão Aerotransportada Britânica ter sido aniquilada por completo durante a batalha. O Reno permaneceu uma barreira ao avanço aliado até às Grandes Ofensivas Aliadas, realizadas em Março de 1945.

O general Montgomery contou com 3 divisões aerotransportadas: as 101ª e 82ª divisões americanas, a 1ª divisão pára-quedista inglesa e uma brigada pára-quedista polaca.

Operação Market Garden