O famoso E-mail, o nosso já habitual correio electrónico, é um método que permite escrever, enviar e receber mensagens através de um sistema electrónico de comunicação. O termo e-mail é aplicado tanto aos sistemas que utilizam a Internet e são baseados no protocolo SMTP, como aos sistemas conhecidos como intranets, que permitem a troca de mensagens dentro de uma empresa ou organização e são, normalmente, baseados em protocolos proprietários.

O correio electrónico é anterior à Internet. Os sistemas de e-mail foram uma ferramenta crucial para a criação da rede internacional de computadores. O primeiro sistema de troca de mensagens entre computadores que se tem notícia foi criado no dia 13 de Setembro de 1965, e possibilitava a comunicação entre os múltiplos usuários de um computador do tipo mainframe.

O sistema AUTODIN, de 1966, pensa-se que foi o primeiro programa real de e-mail como o conhecemos, porém o sistema SAGE já tinha, uns anos antes, propriedades e funcionalidades similares.

A rede de mailboxes mundiais atinge uma média de 3 por cada utilizador, quer em residential mailboxes ou em commercial mailboxes, como o caso de multinacionais que estão a adaptar o seu tradicional sistema de “memos” por e-mail colectivos. O lado negativo desta digitalização de todo o sistema de correio mundial é o conhecido SPAM. Correio não desejado chega mais facilmente a nós via a Internet versus a nossa caixa de correio residencial. Este é mais perigoso, rápido e “infeccioso”, podendo espalhar um pequeno vírus por uma rede em menos de um minuto, até ser detectado.

You’ve got mail