No dia 13 de Outubro de 1307, uma Sexta-feira, foi preparada uma armadilha à Ordem dos Templários, pelo papa Clemente V, sob pressão do Rei da França Philip IV. São enviados inúmeras missivas com o selo papal para diferentes pontos da Europa com indicações neles para serem abertos unicamente a uma hora. Nelas figurava informação acusando os Templários de traição à Igreja, e declarando-os hereges, por isso era da maior importância fazê-los desaparecer. A Ordem dos Templários propriamente dita foi extinta, refugiando-se um pequeno grupo nas ilhas britânicas, um outro grupo em França sobre o nome de Priorado de Sião, e em Portugal, sob guarda do Rei D. Dinis, um outro grupo de sobreviventes criou a Ordem de Cristo.

O famoso dia de azar, uma Sexta-feira dia 13, deve-se a este evento, marcado pelo massacre em massa e extinção da mais antiga Ordem católica existente.

O Massacre dos Templários