Ocorreu na noite de 4 de Dezembro de 1980, o trágico acidente que tirou a vida ao então Primeiro-ministro social democrata português, Francisco Sá Carneiro, à sua companheira e ainda ao Ministro da Defesa democrata-cristão Adelino Amaro da Costa, a escassas horas das eleições presidenciais desse mesmo ano, nas quais o candidato do Governo, o General Soares Carneiro, foi derrotado pelo general Ramalho Eanes, que contava com o apoio dos partidos da esquerda. Ainda hoje não há um consenso em relação se foi acidente ou atentado.

Acidente de Camarate