O Tratado de Montevidéu foi assinado entre a Argentina e o Brasil a 25 de Janeiro de 1890, tendo sido negociado por Quintino Bocaiúva, enquanto Ministro das Relações Exteriores da recém-proclamada República do Brasil. Os seus termos visavam solucionar a chamada Questão de Palmas, em relação aos limites entre as repúblicas em questão, tendo resultado na divisão da região entre os dois países.

No entanto, o Congresso Nacional Brasileiro rejeitou os termos do Tratado, submetendo a questão à decisão do Presidente norte-americano Grover Cleveland.

Tratado de Montevidéu