O Cristo-Rei, localizado no Pragal, em Almada, tem uma altura de 82 metros, realizada pelo escultor Francisco Franco de Sousa. O Cristo Redentor do Brasil inspirou o Cardeal Patriarca de Lisboa, Dom Manuel Gonçalves Cerejeira, a construir um idêntico no nosso País, tendo sido realizada a obra em cumprimento do voto formulado pelo Episcopado Português reunido em Fátima a 20 de Abril de 1940, pedindo a Deus que livrasse Portugal de participar na Segunda Guerra Mundial. Salazar, não quis violar a velha amizade com o Reino Unido, que data do século XIV, e preferiu manter a neutralidade, não tendo Portugal participado na referida guerra.

A primeira pedra da construção do monumento foi lançada em 18 de Dezembro de 1949, após o fim da guerra. Foi inaugurado a 17 de Maio de 1959, dia de Pentecostes, na presença dos cardeais do Rio de Janeiro, de Lourenço Marques e de cerca de 300 mil pessoas, entre autoridades oficiais e cidadãos anónimos. O Papa João XXIII não esteve presente na cerimónia, mas enviou uma mensagem de rádio, que foi então transmitida. Na altura, o Cardeal Cerejeira afirmou que o monumento seria sempre um sinal de gratidão pelo dom da Paz.

Cristo-Rei