O Papa Alexandre VI, nascido Roderigo Gil de Borja i Borja no dia 1 de Janeiro de 1431, reinou entre 10 de Agosto 1492 e a sua morte. Quando chegou a Itália, Alexandre adoptou o nome de Rodrigo Bórgia, tendo a sua família sido elevada ao Poder no Vaticano através da eleição do seu tio, Afonso Bórgia, como Para Calisto III.

Segundo os registos da época, Rodrigo Bórgia estudou Direito em Bolonha. Com a nomeação do tio para o Papado, foi sucessivamente elevado a cargos religiosos, começando directamente como Bispo, mais tarde, com apenas 25 anos, Cardeal e inclusive Vice-chanceler da Igreja, servindo a Cúria Romana durante cinco pontificados, adquirindo experiência administrativa, influência e riqueza, mas não grande poder. A partir de 1470, Rodrigo ligou-se a Giovanna Catanei, de quem nasceram os seus filhos bastardos.

O conclave que o elegeu era composto por apenas 23 Cardeais, reunindo-se em Agosto de 1492 na Capela Sistina, como manda a tradição. A eleição foi definida na madrugada de 10 para 11 de Agosto, tendo sido coroado a 26 de Agosto. Rodrigo Bórgia tinha 61 anos, e adoptou o nome de Alexandre VI, reinando até 18 de Agosto de 1503, dia que faleceu.

Alexandre VI