A Compra Gadsden constituiu-se pela aquisição ao México, por parte dos Estados Unidos da América, de territórios com uma área total de aproximadamente 77 770 km2, actualmente situados no sul dos Estados Norte-americanos do Arizona e Novo México, incluindo territórios a norte do Rio Gila e a oeste do Rio Grande.

Após o final da Guerra Mexicano-Americana de 1848 ainda existiam várias disputas fronteiriças entre os Estados Unidos e o México, sendo que o território que hoje constitui o sul dos estados do Arizona e Novo México fazia parte de uma proposta para a construção de uma linha de caminho de ferro transcontinental. O então Secretário-de-Guerra americano, Jefferson Davis, convenceu o Presidente Franklin Pierce a enviar James Gadsden, que tinha interesses pessoais nesta rota de caminho de ferro, para negociar com o México a compra destes territórios.

Segundo o acordo estabelecido e assinado no dia 30 de Dezembro de 1853, também conhecido como o Tratado de La Mesilla, entre James Gadsden e o Presidente mexicano Antonio López de Santa Anna, os Estados Unidos pagaram ao México 10 milhões de dólares, equivalentes a 233 milhões de dólares de 2004, em troca da cedência territorial mexicana.

Compra Gadsden