Antigos Reinos da Etrúria
Antigos Reinos da Etrúria

O Reino da Lusitânia Setentrional foi um reino proposto por Napoleão ao Rei da Etrúria, D. Carlos I, de acordo com o Tratado de Fontainebleau, realizado em Dezembro de 1807. A Etrúria era um Reino fantoche do Império de Napoleão, que ficava no centro da Península Itálica, na actual Itália. Antes da formação da República da Roma Antiga, em 507 A. C., a Etrúria era um dos últimos reinados antigos da Península de Itália.

Mais tarde, Napoleão dissolve a Etrúria e como compensação oferece um novo Reino a D. Carlos. Nomeadamente, este seria Rei da Lusitânia Setentrional, uma nova província de Entre-Douro-e-Minho, no noroeste de Portugal, e incluía as cidades históricas de Braga e Porto. No dia 12 de Dezembro de 1807, o Rei da Etrúria abdica na esperança de ganhar o seu novo reino.

Porém, Napoleão acaba por perder a guerra, e o reino nunca foi constituído, perdendo D. Carlos qualquer tipo de poderes ou títulos, tendo também o seu território ter sido descontinuado e dividido por vários países da zona.

Reino da Lusitânia Setentrional