Fotografia tirada em Camarate, aquando do acidente.
Fotografia tirada em Camarate, aquando do acidente.

Faz hoje 29 anos que Portugal perdeu o seu Primeiro-Ministro Francisco Sá Carneiro, e o Ministro da Defesa, Adelino Amaro da Costa. A 4 de Dezembro de 1980, o avião onde seguiam, para acompanhar as Eleições Presidenciais que estavam a começar, despenhou-se pouco depois de levantar voo em Lisboa. Ainda hoje não há um consenso em relação se foi acidente ou atentado.

No próprio dia do acidente, a 4 de Dezembro de 1980, foi instaurado um inquérito preliminar dirigido pelo Ministério Público e investigado pela Polícia Judiciária, sendo a 9 de Outubro de 1981, publicado o relatório considerando que não havia indício de crime e que os autos deveriam aguardar, por mera cautela, a produção de melhor prova.

A 12 de Outubro de 1981 o Procurador-Geral da República determinou que as investigações deveriam prosseguir na modalidade de “inquérito público”, o qual foi determinado pelo Ministério Público a 16 de Fevereiro de 1983 que ficasse a aguardar produção de melhor prova, corroborando a posição sustentada pela Polícia Judiciária. Até hoje o caso encontra-se a aguardar.

Atentado/Acidente de Camarate