Mário Soares


Chegada de Mário Soares a Lisboa - 26 de Abril de 1974
Chegada de Mário Soares a Lisboa – 26 de Abril de 1974

Mário Alberto Nobre Lopes Soares nasceu em Lisboa a 7 de Dezembro de 1924, completando hoje 85 anos de vida. Dedicado aos estudos, Mário Soares licenciou-se em Ciências Histórico-Filosóficas na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, em 1951, e em Direito, na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em 1957.

Fundador do Partido Socialista de Portugal, Mário Soares foi um dos mais notáveis resistentes do Regime de Salazar em Portugal, tendo sido preso 12 vezes e deportado para São Tomé até se exilar em França, onde desenvolveu trabalho em várias Universidades.

A 28 de Abril de 1974, depois da Revolução de 25 de Abril, Soares desembarcou em Lisboa, vindo do exílio em Paris no chamado “Comboio da Liberdade”. Foi recebido, entre uma multidão de portugueses. Dois dias depois, esteve presente na chegada a Lisboa de Álvaro Cunhal, outro grande lutador anti-fascista. Ainda que tivessem ideias políticas diferentes, subiram de braços dados, pela primeira e última vez, as ruas da Baixa Pombalina e a Avenida da Liberdade.

Durante o período revolucionário que ficou conhecido como Processo Revolucionário em Curso (PREC) foi o principal líder civil do campo democrático, tendo conduzido o Partido Socialista à vitória nas eleições para a Assembleia Constituinte de 1975. Na sua carreira política ficam destacados os cargos que ocupou em Portugal no pós-25 de Abril, nomeadamente Ministro dos Negócios Estrangeiros de Maio de 1974 a Março de 1975, tendo sido um grande impulsionador da independência das colónias portuguesas, Primeiro-Ministro de 1976 a 1978 e de 1983 a 1985, tendo desenvolvido relações de cooperação internacional e realizado a Adesão à CEE, a 12 de Julho de 1985, e Presidente da República de 1986 a 1996.

Para além disso, foi também Deputado Europeu de 1999 a 2004 e fundador da Fundação Mário Soares. No dia 13 Dezembro de 1995, Mário Soares assume a Presidência da Comissão Mundial Independente Sobre os Oceanos e, em Março de 1997, a Presidência da Fundação Portugal África e a Presidência do Movimento Europeu. Mais tarde, em Setembro do mesmo ano, Mário Soares assume igualmente a Presidência do Comité Promotor do Contrato Mundial da Água

Registos Prisionais de Mário Soares na sua luta contra o Fascismo - 16 de Fevereiro de 1962
Registos Prisionais de Mário Soares na sua luta contra o Fascismo – 16 de Fevereiro de 1962

Foi, em 2005, aos 80 anos, candidato à Presidência da República, perdendo a corrida para Aníbal Cavaco Silva. Hoje em dia é Presidente da Comissão de Liberdade Religiosa e, na qualidade de Ex-Presidente da República, membro efectivo do Conselho de Estado.

%d bloggers like this: