Iluminura medieval de Ademar de Monteil (com a mitra) empunhando a lança do destino numa Batalha da Primeira Cruzada

Raimundo IV de Toulouse nasceu entre os anos de 1041 e 1042, na actual França, tornando-se Conde de Toulouse, Duque de Narbonne, Margrave da Provença e um dos principais líderes da Primeira Cruzada, na qual se tornou também conde de Trípoli. Raimundo era filho do conde Pôncio de Toulouse e Almodis de La Marche.

Raimundo parece ter sido impelido tanto por motivos religiosos como materiais a se juntar à Primeira Cruzada com os seus exércitos. Aquando da sua chegada ao Oriente, Raimundo de Toulouse aceitou a descoberta da Lança do Destino em Antioquia mas rejeitou a Coroa de Jerusalém, estando ao serviço do Papado.

De acordo com os historiadores da época, Raimundo perdeu um olho numa peregrinação a Jerusalém  antes da Primeira Cruzada. No final da década de 1070 tomou o partido do Arcebispo Aicard de Arles contra o conde da Provença e o Papa Gregório VII sobre a questão das investiduras.

Também lutou contra os Mouros na Reconquista da Península Ibérica de 1087 a 1096, tendo sido um dos primeiros a aderir às Cruzadas depois do Sermão do Papa Urbano II no Concílio de Clermont.

Com a morte de Guilherme Bertrando da Provença em 1094, o seu título de Margrave passou para Raimundo. Uma bula de Urbano, datada de 22 de Julho de 1096, refere-se a Raimundo como Comes Nimirum Tholosanorum ac Ruthenensium et marchio Provintie Raimundus.

Após uma vida de conflitos e batalhas, Raimundo IV de Toulouse veio a falecer no dia 28 de Fevereiro de 1105, no seu castelo na actual França.

Raimundo IV de Toulouse