Dia Mundial da Diabetes

Hoje celebra-se o Dia Mundial da Diabetes. Sabia que actualmente a Organização Mundial de Saúde estima que cerca de 240 milhões de pessoas sejam diabéticas em todo o mundo, isto é, 6% da população mundial?

Esta doença é constituída por quatro tipos clinicamente organizados:

– Diabetes Tipo 1
– Diabetes Tipo 2
– Diabetes Gestacional
– Outros tipos de Diabetes

Num corpo saudável, as células utilizam a glicose (açucares) como fonte de energia. Porém, para que esta seja capaz de entrar nas células, a glicose precisa de insulina, que, por sua vez, se liga à célula, permitindo a abertura de uma espécie de porta, por onde entrará a glicose.

Num organismo funcional, a insulina é produzida em quantidades suficientes face à quantidade de glicose em circulação.

Diabetes Tipo 1

A Diabetes Tipo 1, também conhecida como Diabetes Insulino-Dependente, é o tipo mais raro, atingindo principalmente crianças ou jovens (não chegando a 10% da população), porém podendo também manifestar-se noutras idades.

Diabetes - Tipo 1

Diabetes – Tipo 1

Na Diabetes do Tipo 1, as células do pâncreas deixam de produzir insulina, ao serem atacadas pelo próprio sistema imunitário do paciente. Actualmente, ainda não existe um total conhecimento da origem deste fenómeno.

Os pacientes afectados com este tipo de Diabetes, necessitam de acompanhamento permanente com insulina, para toda a vida, não estando este tipo relacionado com hábitos alimentares ou de vida.

Diabetes Tipo 2

O tipo mais comum e observável, a Diabetes Tipo 2 é causada por um desequilíbrio excessivo no metabolismo da insulina, quando existe um défice de insulina, ou resistência à mesma, não sendo o organismo capaz de compensar/balançar a quantidade de glicose no sangue.

Diabetes - Tipo 2

Diabetes – Tipo 2

A Diabetes tipo 2 tem como principais factores de risco a obesidade, o sedentarismo e a predisposição genética.

Este tipo de diabetes pode ser, numa fase inicial, controlada com regimes alimentares mais equilibrados e exercício físico, contribuindo para o abrandamento ou anulação da progressão da doença.

Não faça parte destas estatísticas, controle desde hoje os seus hábitos alimentares e faça testes regulares!