O Livro dos Espíritos

O Livro dos Espíritos é o primeiro livro sobre o mundo espiritual, publicado pelo educador francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, a 18 de Abril de 1857, sob o pseudónimo Allan Kardec. É uma obra básica do espiritismo, e foi lançado por Kardec após vários estudos sobre os fenómenos que, segundo muitos da época, possuíam origem medieval e estavam difundidos por toda a Europa durante o século XIX.

O livro apresta-se na forma de perguntas, dirigidas ao que Kardec defendia serem espíritos, e respostas, totalizando 1.019 tópicos. Foi o primeiro de uma série de cinco livros editados pelo pedagogo sobre o tema.

As médiuns que participaram neste trabalho foram inicialmente Caroline e Julie Boudin, tendo respectivamente, 16 e 14 anos na altura, às quais mais tarde se juntou Celine Japhet, de 18 anos, no processo de revisão do livro. Após o primeiro esboço, o método das perguntas e respostas foi submetido a uma comparação com as comunicações obtidas por outros médiuns franceses. Só a partir da segunda edição, lançada a 16 de Março de 1860, com ampla revisão de Kardec mediante o contacto com grupos espíritas de cerca de 15 países da Europa e das Américas, apareceram as actuais 1019 perguntas e respostas.

Este livro foi posteriormente anexado ao Index, da Igreja Católica.